CORRIDA DO SERVIDOR COM ÚLTIMAS INSCRIÇÕES ABERTAS

0fad06adec286e3fe667597aec5b4c2f

Corrida do Servidor com últimas inscrições abertas27

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

ATIVIDADES DE NUTRICIONISTAS GANHAM RELEVÂNCIA NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

ce66ea5dfe012c0cc515d63417bce2e7

Profissionais que contribuem para a promoção da saúde e bem estar das pessoas, propondo uma alimentação saudável e equilibrada, os nutricionistas têm um importante papel na sociedade e receberam homenagem nesta quarta-feira (18) na Assembleia Legislativa, pela passagem do seu dia, comemorado em 31 de agosto. Foi a primeira vez que esses profissionais foram homenageados, numa iniciativa do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira. Entre os homenageados estavam profissionais que contribuíram para que a profissão no Rio Grande do Norte ganhasse ainda mais reconhecimento no decorrer dos anos.

 “A homenagem aos nutricionistas é o reconhecimento à dedicação dos profissionais que lançam mão de ferramentas diversas na condução de suas atividades do dia a dia, planejando programas de alimentação para as pessoas, além de ajudar a melhorar a qualidade de vida e saúde dos seus pacientes”, afirmou Ezequiel Ferreira.

O deputado frisou que a profissão está entre um dos principais segmentos representativos da sociedade brasileira. Destacou também as principais funções do nutricionista: “Atuam desde área hospitalar, clínica e da saúde pública, onde avalia fatores da cultura de uma região, suas interferências político-sociais, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e a saúde de uma população através da boa alimentação”.

Na sessão solene, professores da área e membros do conselho da classe também receberam a honraria da Assembleia. Falando em nome dos demais homenageados, Igor Guedes de Medeiros, servidor da Casa, pós-graduado em nutrição clínica, Igor atua como nutricionista clínico do Hospital Antônio Prudente de Natal e delegado do Conselho Regional de Nutricionistas, destacou os desafios da profissão.

“Nosso intuito é mostrar para a sociedade que o nutricionista é o profissional da soberania alimentar, da promoção de políticas públicas que asseguram o Direito humano à Alimentação e Nutrição Adequada (DHANA)”, afirmou. Igor Guedes chamou a atenção dos presentes para o fato da prescrição dietética ser atribuição exclusiva do nutricionista e assegurada por lei.  Mas que o seu papel vai muito além de prescrever, organizar, planejar, supervisionar, auditar e coordenar. “O nutricionista é o promotor da saúde por excelência”, disse, citando Hipócrates: “que seu remédio seja o seu alimento e que seu alimento seja o seu remédio”.

O dia 31 de agosto foi a data de fundação da Associação Brasileira de Nutricionistas, no Rio de Janeiro, em 1949. A intenção da criação dessa associação era a de melhorar e desenvolver estudos acerca da qualidade da alimentação e de todo o campo da nutrição. Mais tarde, a ABN foi alterada para Federação Brasileira de Nutricionistas, sendo hoje a ASBRAN – Associação Brasileira de Nutrição. O curso de nutrição foi regulamentado como profissão somente no dia 24 de abril de 1967.

Homenageados:

Maria de Fátima Nunes Duarte

Maria Amélia Marques Dantas

Yasmim Brena Moreira de Lima

Igor Guedes de Medeiros

Crislâini Sayonara da Silva Leal

Leilane Heloise Carvalho de Freitas

Vitória Karoline Silva de Sousa

Fabiana de Queiroz Medeiros Telles

Caroline Lira da Nóbrega

Josefa Girlene Ferreira de Morais

Lilian Lins de Moraes Drummond

Rarynna Pricylla Silva da Fônseca

Anna Paula dos Santos Medeiros

Rossana Barbalho Melo de Carvalho

Joyce Samara Marques de Oliveira Araújo

Maria Celia Barbosa de Farias

Cláudia Elenna Galvão Veríssimo Bezerra

Elizângela Maria Costa

Patrícia Borja Florentino

Daniella Ruth Simões de Medeiros

Célia Márcia Medeiros de Morais

Alexandre da Silva Baeta Neves

Rosenaide Paulino de Oliveira

Adriana de Queiroz Xavier

Rosane Maria Diógenes de Abreu

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

ISOLDA DANTAS REQUER MUTIRÃO PARA REGULARIZAR DOCUMENTOS DE TRABALHADORAS RURAIS

68276ac87b903bb1c95a7f3c71ed3d78

A deputada Isolda Dantas (PT) requereu ao governo estadual, através Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (SEDRAF/RN) a  realização de um mutirão para regularizar a documentação das trabalhadoras rurais nos municípios de Luís Gomes e Portalegre.

“O mutirão facilita o acesso das trabalhadoras a documentações básicas, como emissão de identidade, de carteira de trabalho e CPF, fortalecendo a sua autonomia e garantindo o acesso a políticas públicas”, explicou a parlamentar.

O objetivo de Isolda é assegurar às mulheres da agricultura familiar, assentadas da reforma agrária e tantas outras o acesso a documentos de forma gratuita, na sua localidade, efetivando sua condição de cidadã. Mesmo com o foco nas trabalhadoras, o mutirão também atende aos trabalhadores.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

“FUTURE-SE” É AVALIADO COM RESSALVAS NO DEBATE PROMOVIDO PELA ASSEMBLEIA

be7e78075e928c07add20e38ac4f677c

O Future-se, projeto do Governo Federal para as Universidades e Institutos Federais, foi debatido em audiência pública na Assembleia Legislativa do RN, na manhã desta sexta-feira (30). A discussão “Projeto Future-se: Avanço ou Retrocesso” foi promovida pela Comissão de Educação da Casa e contou com a participaçãodo deputado Sandro Pimentel (PSOL), de representantes das instituições de ensino superior, professores, estudantes e a sociedade em geral.

“Essa audiência acontece para discutir a ideia, que poderá se transformar num projeto ou medida provisória que ao nosso ver traz sérias modificações que comprometem o acesso e permanência da juventude nas instituições. Há também o sentimento que uma iniciativa como essa, pode abrir as portas para o comprometimento da gestão e também de estar pavimentando um provável caminho para o processo de privatização do ensino superior do nosso país”, justificou o deputado Francisco do PT.

De acordo com o Ministério da Educação, o objetivo do novo projeto é dar mais autonomia financeira para as Universidades e Institutos Federais, fomentando o empreendedorismo e a inovação e captando recursos privados. Afirmação se choca com a opinião dos presentes no debate realizado na Assembleia. O reitor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Wyllys Abel Farkatt Tabosa, fez um recorte histórico dos projetos federais que interferem na gestão acadêmica antes de rejeitar a proposta do Future-se.

“Vemos o total descompromisso com a coisa pública. São vários pontos que comprovam isso, mas destaco o fato que em nenhum momento os reitores dos institutos foram chamados para a construção desse programa. Não é algo que está sendo construído e dialogado com as instituições e isso é temerário. Será que essas instituições, chegaram aonde chegaram sem saber fazer gestão? Por isso e outros fatores, quero registrar a minha rejeição total a esse programa porque ele não atende um projeto que se consolida a cada dia e dá resposta à sociedade por meio de diversas premiações nacionais e internacionais promovidas por diversas instituições”, afirmou.

A afirmação foi corroborada pelo diretor geral do IFRN, José Arnóbio. “Que futuro é esse que nos espera? Só para termos uma ideia, esse projeto mexe em 17 leis de ordenamento jurídico brasileiro. É algo que é surreal”, acrescentou. O vice-reitor da UFERSA, José Domingues Fontenele Neto, disse que o modelo do projeto não representa as pessoas que estão dentro das instituições. “Foi criado sem diálogo e espero que a gente possa ter mais espaço para discutir. Pensar na educação só é possível com diálogo e essa não é a tônica do momento que estamos vivendo”, disse.

A pró-reitora de gestão de pessoas da UFRN, Miriam Dantas dos Santos, falou sobre a situação atual da universidade diante das medidas de contingenciamento já aplicadas. “A situação se agrava. Tivemos que suspender a Cientec pela primeira vez para evitar corte de terceirizados, por exemplo. Isso para continuar garantindo a atividade fim da UFRN que é ensino e extensão. A educação precisa ser vista como investimento e não como gasto”, indicou.

A Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social é composta pelos deputados Allyson Bezerra (SDD), Francisco do PT e Hermano Morais (MDB). Proposto em julho pelo governo federal, o projeto apresenta mudanças polêmicas, como a presença da iniciativa privada na gestão e a criação de um fundo de financiamento das instituições.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

IMPORTÂNCIA DO POTENGI É RESSALTADA PELO MEMORIAL DA CULTURA E DO LEGISLATIVO

5fc7e7f5ee0bacef060a1315ac3b2dd9

O projeto “Memória Itinerante”, do Memorial da Cultura e do Legislativo Potiguar (MCLP), foi até as comunidades rurais do Chã da Divisão e Povoado Albino, na Serra de Santana. As comunidades são circunvizinhas a nascente do rio Potengi e distritos do município de Cerro Corá, Seridó potiguar. Com o objetivo de divulgar a cidadania, o MCLP esteve na Escola Municipal Manuel Belmiro dos Santos e na Escola Estadual Albino Avelino, para realização de palestras a fim de sedimentar conhecimentos sobre o Rio que deu nome ao nosso estado. O projeto pedagógico das duas escolas tem o Rio Potengi como eixo.

Ministrada pelo professor Plínio Sanderson, a palestra ‘Potengi: do Imaginário à Realidade’, “ressalta peculiaridades do Potengi amado em visões míticas, alumbramentos de poetas, escritores e fotógrafos, sem esquecer da brutal realidade ambiental”, destaca o professor.

As aulas realizadas nas escolas citadas são fragmentos da história e da geografia potiguar, tendo como fio condutor o rio berço de Natal e o ponto alto aconteceu no encerramento, na sede do município de Cerro Corá, onde está a nascente do Rio Potengi.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

COMISSÃO DE EDUCAÇÃO RECEBE DIRIGENTE DA UNDIME PARA DISCUTIR BASE CURRICULAR

3fa5337b742334c215062c68ae7a86e4 (1)
A Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social (SECTIDES) recebeu em sua reunião desta quinta-feira (29) o presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), Alexandre Soares Gomes que veio solicitar o apoio da Comissão no trabalho na implementação da base curricular em todas os municípios do Estado.
 
“Estamos com dificuldade para distribuir o material em todos os municípios do Estado. O documento da base curricular chegou em forma digital e não dispomos de recursos para fazer a impressão para ser distribuído com quase cinco mil escolas do Estado e dos municípios”, relatou Alexandre.
 
O deputado Allyson Bezerra (SDD) disse que a Assembleia pode ajudar na impressão do material e na veiculação de material na TV-Assembleia relativo ao documento.
 
“Vamos encaminhar ofício ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira solicitando a impressão desse documento da base curricular e a divulgação das informações produzidas pela Undime, na TV-Assembleia”, assegurou o Allyson.
 
O deputado Francisco do Pt, que também participou da reunião, destacou que  “é esse documento chegue a todos os municípios para que seja discutido, para se buscar a melhoria da Educação em todos os municípios. É preciso que cada município receba pelo menos um volume impresso”.
 
No horário da deliberação, duas matérias discutidas, votadas e aprovadas. Uma é a que Institui o Mês Abril Laranja Dedicado à Campanha de Prevenção e a outra a que denomina Norberto Cavalcante  o Centro de Disponibilidade de Informação e Tecnologia da EMATER- RN.
Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Ajuda federal para a Saúde do RN foi “pequeno alívio”, diz Cipriano Maia

Cipriano-Maia-secretário-de-saúde-RN-1-750x462

O secretário de Saúde do RN, Cipriano Maia, qualificou nesta terça-feira, 20, de um “pequeno alívio” a liberação de R$ 84,5 milhões do governo federal para a ampliação da Atenção Primária e Hospitalar em 51 municípios do Rio Grande do Norte.

Sobre os R$ 35 milhões a serem destinados à ampliação do custeio dos serviços de média e alta complexidade administrados pelo governo estadual, o secretário explicou que o recurso não entrará de uma vez para o Estado e sim em 12 parcelas.

“Nosso teto de gasto é de R$ 200 milhões por mês e, como esse recurso novo, devemos subir para algo como R$ 203 milhões por mês de um dinheiro que não poderá ser usado para custeio, o que nos obrigará a fazer arranjos para atender melhor os hospitais do interior”, lembrou o secretário.

São estes recursos que financiam, por exemplo, internações, cirurgias, exames complementares e outros procedimentos médicos.

Na última sexta-feira, 16, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, assinou assinou a liberação de R$ 84,5 milhões do governo federal para a ampliação da Atenção Primária e Hospitalar em 51 municípios do Rio Grande do Norte.

O Hospital da PM também receberá recursos e, segundo Cipriano Maia, sua estrutura que vem recebendo investimentos nos últimos anos deve ser usada de apoio para auxiliar nas cirurgias eletivas – aquelas que, segundo ele, devem ser atendidas para evitar que se transformem em futuras urgências.

“São 110 leitos e sete Centros Cirúrgicos que serão importantes para o trabalho”, comentou.

Para a unidade deverão ser liberados R$ 7,8 milhões por ano. Já Natal receberá R$ 4,8 milhões anuais, além de um repasse de R$ 500 mil, em parcela única, para o Hospital Infantil Varela Santiago. Especializada no tratamento contra o câncer infantil, a unidade ainda deverá receber R$ 1,8 milhão por ano para o custeio adicional.

Para Mossoró, foi assinada a liberação de R$ 139,8 mil, além da destinação de R$ 840 mil para a qualificação da UPA Geraldo de Souza, em São José de Mipibu. E Touros deverá ser beneficiado com R$ 480 mil anuais para a implantação e custeio de mais uma Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar e de Apoio.

Ainda segundo o secretário Cipriano Maia, a intenção do governo estadual é ofertar, na medida do possível, mais serviços no interior, seguindo a política do SUS de fortalecer a rede regional, evitando sobrecarga de pacientes em Natal e Mossoró.

Entrevistado desta terça-feira do programa “Agora News”, da 97,9 FM, o secretário lembrou os R$ 123 milhões de restos a pagar de sua pasta, herdados da gestão anterior, e das quedas sucessivas de transferências do SUS. Isso, segundo ele, fez com que a pasta tivesse quase R$ 200 milhões em contratos sem recursos para cobrir.

Ele anunciou que a Secretaria planeja para setembro lançar o programa RN + Saudável dentro da linha de prevenção. “Diabetes, hipertensão, são problemas comuns decorrentes do excesso de sal e açúcar e devem contar com uma atenção”, destacou.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Edital de inovação oferece R$ 15 milhões

download (1)

O Sebrae e a Petrobras lançam em Natal, nesta quarta-feira, 21, o edital de incentivo para apoiar o desenvolvimento de startups e pequenas empresas inovadoras por meio de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação.  Trata-se do edital ‘Conexões para Inovação, que é promovido pela Petrobras em parceria com o Sebrae e que vai destinar, nessa primeira etapa, cerca de R$ 15 milhões para esse segmento de empresas. O evento de lançamento do edital ocorre às 15h, no auditório do Sebrae. Os detalhes da chamada pública serão repassados por Maurício Tedeschi, do Sebrae Nacional.

O público do edital são startups, microempresas e empresas de pequeno porte, incluindo as de base tecnológica. O investimento é destinado às áreas de Tecnologias digitais, nanotecnologia, novas energias, corrosão, catalisadores, captura e utilização de carbono. As empresas selecionadas terão até dois anos para desenvolver suas propostas, tendo suporte em consultoria técnicas, base de clientes e potenciais investidores.

O processo seletivo tem duas etapas sendo a primeira de inscrições, confirmações e análise das propostas e a segunda com a divulgação dos trabalhos selecionados para aperfeiçoamento e apresentação final. Após esse processo, serão divulgados os projetos aprovados e aptos para contratação. Serão selecionados dez projetos que serão financiados com recursos entre R$ 500 mil e até R$ 1,5 milhão. 

As propostas participantes devem seguir o seguinte formato: Startup – empresa emergente (pessoa jurídica) inovadora com potencial de crescimento rápido e contínuo, em busca de viabilizar um produto, serviço ou modelo de negócios inovador. A Startup deve estar enquadrada como microempresa ou empresa de pequeno porte; Microempresa – empresa classificada como de micro porte conforme critérios estabelecidos pelo BNDES; Empresa de pequeno porte – empresa classificada como de pequeno porte conforme critérios estabelecidos pelo BNDES. As inscrições devem ser realizadas até 5 de setembro de 2019.
 
Números
R$ 15 mi é o valor estimado para a primeira etapa do programa
 
R$ 1,5 mi é o valor limite para financiamento dos negócios aprovados no programa
Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Saúde recomenda dose extra contra o sarampo em bebês menores de 1 ano

vacina-sarampo-1024x683

O Ministério da Saúde passou a recomendar a vacinação contra o sarampo em crianças com idade entre 6 meses e 11 meses e 29 dias para combater a disseminação do vírus no país. Nessa faixa etária, segundo a pasta, será ofertada uma dose complementar, chamada de dose zero, como já acontece em campanhas como a de combate à poliomielite. A orientação foi apresentada hoje (20) em entrevista coletiva na sede do órgão, em Brasília.

Entre 19 de maio e 10 de agosto deste ano, foram confirmados 1.680 casos de sarampo no Brasil, além de 7,5 mil casos em investigação. No período, de acordo com o ministério, não houve mortes confirmadas decorrentes da enfermidade.

Após um surto envolvendo estados da Região Norte no início do ano, um novo surto foi registrado no estado de São Paulo, que concentra, atualmente, 1.662 casos em 74 municípios – 98,5% do total de casos. Em seguida aparecem Rio de Janeiro, com seis casos, e Pernambuco, com quatro. Com um caso estão Goiás, Paraná, Maranhão, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Bahia, Sergipe e Piauí.

A recomendação da vacinação adicional de crianças com idade entre 6 meses e 11 meses e 29 dias se deve ao fato deste ser o público com maior potencial de contágio. O coeficiente de incidência em bebês de até 1 ano é de 38,28 casos para cada grupo de 100 mil, enquanto a média de todas as faixas etárias ficou em 4,12. Normalmente, a imunização acontece por meio de duas doses, aos 12 meses e aos 15 meses de vida.

“Temos observado uma incidência elevada em menores de 1 ano. É fundamental estabelecermos estratégia diferenciada para essa faixa etária, olhar para as crianças menores de 1 ano com especial atenção”, declarou o secretário de vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Os 3 senadores do RN são contra a indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixador nos EUA

download

Os senadores potiguares Zenaide Maia(Pros), Jean Paul Prates (PT) e Styvenson Valentim (Podemos) são contra a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos segundo apurou o BG.

Da bancada potiguar não vai sair nenhum voto para Eduardo virar embaixador.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0
Facebook0