Ceasa do RN recebe um terço dos caminhões previstos e alimentos já estão em falta

whatsapp-image-2018-05-24-at-09.10.13

De 120 caminhões esperados para o abastecimento da Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa), nesta sexta-feira (25), apenas 40 chegaram. De acordo com a direção da central, ainda não é possível estimar prejuízos. Produtos como tomate, pimentão, laranja, repolho, já estão em falta e outros produtos tiveram disparada nos preços.

“A partir de hoje isso vai refletir nos serviços de restaurantes, bares e outros estabelecimentos. Os produtos que estão chegando são os regionais, que são bons, mas existem alguns, como é o caso do tomate, que não têm produção aqui”, afirmou Agacir Virgínio, diretor técnico da Ceasa.

Produtos que ainda estão disponíveis tiveram alta de preços. Nesta quinta-feira (24), por exemplo, o preço da saca de 50 kg de batata dobrou de preço e passou de R$ 90 para R$ 180.

Em nota, a Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (Assurn) informou que se preocupa com os impactos que a paralisação dos caminhoneiros podem causar no abastecimento de produtos de necessidade básica, principalmente os alimentos como frutas, legumes, verduras, carne e demais categorias de produtos resfriados, como laticínios.

“Até o momento, poucos supermercados associados à Assurn relataram desabastecimento, mas não descartam que o problema se amplie nos próximos dias”, informou, em nota.

“A Assurn junto às Associações Estaduais e à Associação Brasileira de Supermercados (Abras) alerta as autoridades competentes à questão no Rio Grande do Norte e no país para que negociem o mais rápido possível com os manifestantes a adoção de providências de curto prazo que permitam a circulação de veículos de cargas perecíveis. Também conclama para que o diálogo prossiga para além das providências de curto prazo e que permita o perfeito restabelecimento dos fluxos de logística no Brasil, evitando que a população sofra com a falta de produtos de necessidades básicas”, concluiu a nota.

Fonte: G1/RN

Currais Novos começa a sentir os reflexos da paralisação dos caminhoneiros

image1322

O município de Currais Novos, assim como grande parte do Brasil, começa a sentir os reflexos da paralisação dos caminhoneiros. Postos de combustíveis, escolas, supermercados, feira e até o trabalho das polícias podem ter seu funcionamento prejudicado em função dessa paralisação.

Postos de Combustíveis

Se a greve perdurar por mais 24 horas a maioria dos postos de Curras Novos estarão desabastecidos. A procura de pessoas de outras cidades da região já é considerável em virtude da falta de combustíveis nas cidades menores. Alguns caminhões que abastecem os postos encontram-se parados nas estradas.

Supermercados

A maioria dos supermercados da cidade já sentem a falta de alimentos, principalmente perecíveis. Frutas e verduras registram a maior falta. Esses empreendimentos registram também um aumento na procura de mercadorias e o fluxo de clientes aumentou consideravelmente nos últimos dois dias.

Feira Livre

Os feirantes de Currais Novos e região já registram uma baixa no estoque de produtos. Caso a paralisação continue nos próximos dias, a feira livre realizada na segunda-feira ocorrerá de forma comprometida por falta de mercadoria. Já falta mercadoria nas Ceasas.

Escolas

As escolas municipais de Currais Novos só tem produtos para a merenda escolar até essa semana. Se a paralisação perdurar poderá haver suspensão das aulas por falta de merenda (já que essas são feitas com produtos perecíveis) e por falta de combustíveis para abastecer os ônibus escolares que transportam os alunos.

Hospital

Os dois médicos que estariam de plantão hoje no Hospital Regional de Currais Novos são de João Pessoa e não conseguiram chegar a cidade em virtude da falta de combustível na capital Paraibana. Não conseguiram abastecer o veículo que os transportariam para Currais Novos. A direção do hospital conseguiu remanejar a escala, mas não sabe se será possível fazer a mesma manobra para os próximos dias.

PM

As rondas das Polícias Militar e Civil poderão ser comprometidas com a falta de combustível para abastecer as viaturas. De acordo com Major Moacir, a partir de hoje estes profissionais já começam a reduzir as rondas.

Protestos

 

Este é o 5º dia seguido de protestos contra o aumento no preço do óleo diesel, apesar de o governo federal e representantes de caminhoneiros anunciarem um acordo para suspender a greve. A paralisação dos caminhoneiros é devido ao alto preço do diesel e o baixo valor do frete.

Mesmo com decisões judiciais determinando a desinterdição das BRs, policiais rodoviários federais dizem que não desbloquearam as rodovias por não ter havido bloqueio total.

Em mais um dia de greve, rodovias do RN voltam a registrar bloqueios de caminhoneiros

br304

Em mais um dia de greve, estradas que cruzam o Rio Grande do Norte voltam a registrar bloqueio de caminhoneiros. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a sexta-feira (25) já amanheceu com interdições parciais em pelo menos três rodovias federais. São elas:

BR-101 Sul

  • Parnamirim (km 105).
  • São José de Mipibu (km 125).

BR-304

  • Mossoró (Km 33).

BR-427

  • Caicó (Km 104).

RNs

A Polícia Militar também registrou protestos com interdições em rodovias estaduais. São elas:

  • RN-118, em Ipanguaçu
  • RN-015, em Baraúna

Protestos

Este é o 5º dia seguido de protestos contra o aumento no preço do óleo diesel, apesar de o governo federal e representantes de caminhoneiros anunciarem um acordo para suspender a greve. A paralisação dos caminhoneiros é devido ao alto preço do diesel e o baixo valor do frete.

Mesmo com decisões judiciais determinando a desinterdição das BRs, policiais rodoviários federais dizem que não desbloquearam as rodovias por não ter havido bloqueio total.

Fonte: G1/RN

Em 10 anos Seguro DPVAT pagou mais de 4,5 milhões de indenizações

download-1

4,5 milhões de indenizações foram pagas 10 anos pelo Seguro DPVAT,  em todo o território nacional. Os dados mostram que, de 2008 a 2017, foram mais de 500 mil indenizados por morte, além de cerca de 3,1 milhões de pessoas que ficaram com algum tipo de invalidez permanente por conta da violência no trânsito.

Na última década, as motocicletas foram responsáveis pela maior parte das indenizações pagas: 70,45% do total, representando mais de 3,1 milhões de pagamentos. Foram mais de 198 mil indenizações por morte e 2,4 milhões por invalidez permanente. A frota de motocicletas foi a que mais cresceu nesses 10 anos, passou de 13,2 milhões para 25,7 milhões. A região Nordeste apresentou incremento de 165% na quantidade de motos, chegando a uma frota de mais de 2,4 milhões em 2017.

A Região Nordeste também foi a que apresentou salto mais significativo no número de indenizações para todos os tipos de veículo: crescimento de 158%, embora sua frota ainda seja a terceira maior do país (17% dos veículos). Somente em 2017, foram 122.468 indenizações contra 47.509 em 2008.

Segundo o Denatran, hoje o Brasil conta com uma frota de mais de 94,3 milhões de veículos ativos, 77% mais do que em 2008. As regiões Norte e Nordeste foram as que apresentaram crescimento mais significativo, impulsionado principalmente pelas motocicletas, com variação de 127% e 126%, respectivamente.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking de países com maior índice de acidentes de trânsito em todo o mundo. No ano de 2017, as indenizações pagas registraram aumento de 41% em relação ao ano de 2008. Outro número relevante é o de pedestres que aparecem em segundo lugar nas indenizações por acidentes fatais, sendo 26% em 2017 e 22% em 2008.

Nesses 10 anos, o perfil dos indenizados se manteve o mesmo. A maior incidência de indenizações pagas foi para vítimas do sexo masculino, e a faixa considerada economicamente ativa, de 18 a 34 anos, é a mais atingida. Em 2008, ela representou 53% das indenizações pagas, e em 2017, 49% dos pagamentos (cerca de 186 mil).

Obras previstas para a Copa de 2014 no RN estão inacabadas

whatsapp-image-2018-05-21-at-06.05.35

Quatro anos se passaram, outra Copa do Mundo de futebol se aproxima, e ao menos quatro obras previstas para serem entregues no Mundial de 2014 no Brasil não foram concluídas no Rio Grande do Norte. Os projetos de responsabilidade da Prefeitura de Natal e do governo estadual dizem respeito principalmente à mobilidade urbana e ao saneamento.

Como uma das 12 cidades-sede do Mundial realizado no país, a capital potiguar recebeu a construção da Arena das Dunas e do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na sua região metropolitana. Os dois empreendimentos foram construídos e são administrados atualmente pela iniciativa privada.

Porém, as obras complementares, como os acessos ao terminal aeroviário e a drenagem na região próxima ao estádio, que ficaram sob responsabilidade do poder público, não foram concluídas.

Agora, alguns projetos parecem estar mais próximos da conclusão, outros seguem sem previsão de entrega à população.

Prefeitura de Currais Novos intensifica trabalho de combate às muriçocas e ao Aedes Aegypti com máquinas UBV (Fumacê Portátil)

Combate às muriçocas 02 (1)

Equipes de Agentes de Endemias da Prefeitura de Currais Novos estão intensificando as ações de combate ao aedes aegypti e muriçocas com o uso de 4 máquinas UBV (Fumacê portátil), que são melhores para a aplicação da fumaça assim como de combater diretamente os focos. Para melhor atender a população, a equipe montou um cronograma de ações que já estão sendo realizadas nos bairros da cidade. Confira a programação a partir desta sexta-feira (18) até o dia 11 de junho:

  • 22 de maio: Das 15h às 19h no bairro Antônio Rafael
  • 23 de maio: Das 15h às 19h no bairro Gilberto Pinheiro
  • 24 e 25 de maio: Das 15h às 19h no Centro
  • 28 de maio: Das 15h às 19h no bairro Manoel Tomaz Araújo
  • 29 e 30 de maio: Das 15h às 19h no bairro Manoel Salustino
  • 31 de maio e 01 de junho: Das 15h às 19h no bairro Santa Maria Goreti
  • 04 e 05 de junho: Das 15h às 19h no bairro JK
  • 06 e 07 de junho: Das 15h às 19h no bairro Parque Dourado
  • 08 de junho: Das 15h às 19h no bairro Gov. Radir Pereira
  • 11 de junho: Das 15h às 19h no bairro Prefeito José Dantas

Em Natal, morre o delegado Maurílio Pinto de Medeiros

maurilio-pinto-por-caninde-soares

Ocorreu na noite deste sábado (19), em Natal, o delegado aposentado da Polícia Civil do Rio Grande do Norte Maurílio Pinto de Medeiros, de 76 anos. O ‘Xerife’, como era mais conhecido, estava internado na Casa de Saúde São Lucas e lutava contra complicações provocadas pelo diabetes. Para conter uma infecção, ele chegou a sofreu amputações, mas não resistiu.

Maurílio Pinto se aposentou em 2011 após 47 anos de serviços prestados ao Estado. Ele foi chefe da Polícia Civil por duas décadas e ainda atuou em funções de subsecretaria e secretaria adjunta de Segurança Pública.

O velório começou por volta das 6h deste domingo e continuou até as 15h no Centro de Velório da rua São José, onde houve uma missa. O corpo seguiu para sepultamento às 16h no Cemitério Morada da Paz de Emaús, em Parnamirim, região metropolitana da capital.

“Todo o Rio Grande do Norte de luto pela perda irreparável do Dr. Maurílio Pinto de Medeiros. Governo do Estado e Polícia Civil prestam suas homenagens ao homem público e profissional competente, exemplo para as nossas polícias.”, publicou o governo do estado em um perfil oficial nas redes sociais.

Também nos seus perfis, o governador Robinson Faria (PSD) agradeceu a atuação de Maurílio Pinto e informou que vai decretar luto oficial de três dias.

Em nota, a Secretaria de Segurança destacou “os relevantes serviços que Dr. Maurílio prestou para a população do Rio Grande do Norte durante os quase 50 anos de atuação na segurança pública”. Conforme a pasta, ele foi responsável pela resolução de vários crimes e levou justiça para diversas famílias vítimas de criminosos no Estado.

Campanha “Faça Bonito” realiza capacitações dos profissionais da saúde e educação

Campanha Faça Bonito capacitações (1)

A Campanha “Faça Bonito” vem realizando uma série de capacitações e mobilizações desde o mês abril com profissionais da rede municipal de saúde e educação com o intuito de fortalecer o trabalho desenvolvido em prol do enfrentamento e prevenção da violência sexual contra crianças e adolescentes. A campanha é nacional e tem o objetivo maior de alertar a população sobre a exploração e abuso de crianças e jovens. Em Currais Novos, o CREAS – Centro de Referência Especializado em Assistência Social “Professor Simão” vem realizando estas capacitações através da parceria com os CRA’s – Centros de Referência de Assistência Social, PROERD, Conselho Tutelar, Residência Multiprofissional UFRN, NASF, e secretarias municipais de saúde e educação.

De acordo com um das coordenadoras da campanha, Kalina Medeiros, a próxima semana será de intensa programação. “Teremos uma semana de intensa programação, e no dia 18 teremos o ‘Dia D’ de mobilização, lembrando à sociedade a importância desta luta tão importante em prol das nossas crianças e jovens”, comentou”.

Último dia para regularizar título de eleitor tem longas filas em Natal

trern1

último dia estabelecido pelo TRE para a regularização do título de eleitor começou com longas filas em frente ao Fórum Eleitoral de Natal. O atendimento começa às 8h e será organizado com a distribuição de ficha.

De acordo com TRE/RN, seriam distribuídas 1.600 fichas nesta quarta para atendimento no Fórum Eleitoral de Natal.

Rayssa Marques, de 19 anos, chegou cedo para garantir a ficha dela. Às 2h30 ela já estava na porta do Fórum com a filha de um mês no colo. Foi a primeira a chegar. “Vim tirar meu primeiro título de elitor pra poder votar esse ano”, disse.

Já o jornalista Roberto Lucena chegou ao local por volta das 6h30 para transferir o domícilio eleitoral de Macau para Natal, mas desistiu quando viu o tamanho da fila. “Como eu sabia que seriam distribuídas 1.600 senhas, desisti porque a quantidade de pessoas na fila já era visivelmente bem superior a isso”, contou.

A assessoria do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte informou que o prazo para regularização do título não será prorrogado.

Caso não regularize a situação, o título permanece cancelado e o cidadão não poderá participar das Eleições 2018. O cancelamento do título implica ainda em outras diversas consequências, como:

  • Não poder se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles;
  • Não receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos de função ou emprego público, autárquico ou paraestatal, bem como fundações governamentais, empresas, institutos e sociedades de qualquer natureza, mantidas ou subvencionadas pelo governo ou que exerçam serviço delegado, correspondentes ao segundo mês subsequente ao da eleição;
  • Não obter passaporte ou carteira de identidade;
  • Não renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo;
  • Não obter certidão de quitação eleitoral;
  • Não praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda;
  • Não obter qualquer documento nas repartições diplomáticas a que estiver subordinado;
  • Não obter empréstimos nem celebrar contratos com o Poder Público;
  • Não participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal ou dos municípios, ou das respectivas autarquias.

Entidades participam de reunião para definir programação do Maio Amarelo em Currais Novos

download (1)

Representantes das escolas estaduais, municipais, privadas, Instituto Federal, auto escolas, entidades de classes e órgãos ligados ao trânsito, reuniram-se hoje com o supervisor da 4ª Circunscrição Regional de Trânsito – CIRETRAN, para definirem a programação do Maio Amarelo.

Ações educativas, blitz, palestras nas escolas, capacitações e algumas outras ações foram planejadas e agendadas como forma de fortalecer a programação que se estenderá durante o mês de maio, com a realização do Dia “D”, em 28 de Maio.

“Reunimos o máximo de entidades por entendermos que esse é um momento muito importante para todos nós. Afinal, somos nós que fazemos o trânsito. E o que vemos são vidas sendo ceifadas diariamente no trânsito e o objetivo desse evento é conscientizar a nossa população dos riscos e perigos do trânsito”, ressaltou João Batista Moura – supervisor da 4ª CIRETRAN.

Várias atividades serão realizadas pelas escolas, como palestras educativas, blitz, atividades pedagógicas, dentre outras. “Entendemos que, somente através da educação podemos transformar o mundo e a nossa escola vai participar ativamente do Maio Amarelo por entender que nossos alunos poderão ser multiplicadores de boas práticas no trânsito”, destacou Fellipe Gustavo – coordenador pedagógico da Única Master.

A participação dos órgãos de trânsito como Batalhão de Trânsito, DNIT e Polícia Rodoviária Federal, vem fortalecer a campanha Maio Amarelo que tem como principal objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e ferido no trânsito em todo o mundo. É um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito.

“Não tenho a menor dúvida que essa será apenas uma sementinha que está sendo plantada. Os frutos disso tudo colheremos no futuro, com motoristas, ciclistas e pedestres mais conscientes e, consequentemente, menos acidentes e menos mortes no trânsito”, finalizou João Batista Moura

A comissão formada por representantes de todos os segmentos presentes vai organizar a programação que será lançada em breve.

Facebook0