download (24)

Obra da BR-304, a Reta Tabajara, será retomada em agosto

Obra que se arrasta desde 2014, a duplicação e melhorias da via  conhecida como “Reta Tabajara” será retomada em agosto. A informação foi confirmada pelo superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte do Rio Grande do Norte (Dnit-RN), general Daniel Dantas, em visita à Assembleia Legislativa. A conclusão do empreendimento vai ocorrer em dois anos, em 2021. Atualmente, é possível ver poucas pessoas trabalhando no local, e, ao longo do corredor da BR-304, que liga Natal a Macaíba, há vestígios da obra inacabada. Em alguns trechos, a mata começa a cobrir vigas que serão usadas na construção.

Com cerca de 18,8% da execução, o que equivale a gastos de R$ 30 milhões, a obra da Reta Tabajara tornou-se a mais cara ao longo dos anos. O orçamento atual foi ajustado para R$ 300 milhões. São R$ 63 milhões a mais do que em 2017, quando estava previsto um gasto de R$ 237 milhões, que já tinha um valor acrescido em R$ 50 milhões desde o início da construção, em 2014.  Este valor atual, abrange a execução da obra, desapropriação e gestão ambiental . 
 
A obra de duplicação da Reta Tabajara está parcialmente paralisada desde 2017 por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU). Segundo uma auditoria realizada, a obra estava com sobrepreço.
 
Nos dias atuais, está em andamento a execução de dois viadutos, um deles localizado na “estaca zero” da obra e o outro na rotatória. Também está em andamento a construção do posto da Polícia Rodoviária Federal, serviços de drenagem de prolongamento de bueiros da pista que será duplicada e colocação das vigas de todos os viadutos. Está paralisada a restauração da pista e pavimento rígido.
 
A duplicação da Reta Tabajara, na BR-304, é apontada como uma obra fundamental para diminuir o número de acidentes na rodovia ao facilitar o fluxo de 70 mil veículos que trafegam todos os dias pelo local. Nos últimos oito anos, de acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram registrados 219 acidentes na Reta que resultaram em 15 mortes, 48 pessoas gravemente feridas e 99 feridos leves. Este ano já foram registrados quatro acidentes, sendo dois graves com um óbito. 
 

A BR-304 é a estrada que liga as pontas leste e oeste do Rio Grande do Norte ao longo de 307 quilômetros, até a divisa com o Ceará. De lá, segue até Russas, cidade cearense distante 74,1km de Mossoró. A estrada percorre 10 cidades e é caminho central para estradas secundárias, levando a pelo menos outras 12 cidades. Por toda essa extensão, é considerada uma das mais importantes do Rio Grande do Norte. Ela é o caminho que liga Natal, capital do estado, a Mossoró, a segunda maior cidade estadual, e Fortaleza, capital do Ceará.

Memória 

A obra  compreende 27 km de duplicação da BR-304 e construção de nove viadutos . Antes da obra ser paralisada pelo TCU, 10 km já tinham sido duplicados, entre Macaíba e o viaduto Trampolim da Vitória, em Parnamirim. As obras foram paralisadas em 25 de abril de 2017 e retomadas parcialmente em 24 de agosto do mesmo ano.
 
Números

12,6% 
do projeto de duplicação da BR-304 foram concluídos até o momento;

R$ 30 milhões 
foram gastos com a execução de parte da obra;

Agosto
 é o mês previsto de retomada total da obra. 

Notificações e acidentes  
Dados PRF do trecho que compreende a Reta Tabajara (quilômetros 280 a 283) 

2018 
112 notificações
59 por ultrapassagem em local proibido 
33 por não usar farol de dia 

2019 (janeiro a abril) 
50 notificações
26 não usar farol de dia
12 por ultrapassagem em local proibido 

Acidentes 
2018 – 4  
50% por falta de atenção à condução 

2019 – 4 acidentes (dois  graves e um óbito) 
50% por falta de atenção 

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

admin Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *