Obra da BR-304, a Reta Tabajara, será retomada em agosto

download (24)

Obra que se arrasta desde 2014, a duplicação e melhorias da via  conhecida como “Reta Tabajara” será retomada em agosto. A informação foi confirmada pelo superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte do Rio Grande do Norte (Dnit-RN), general Daniel Dantas, em visita à Assembleia Legislativa. A conclusão do empreendimento vai ocorrer em dois anos, em 2021. Atualmente, é possível ver poucas pessoas trabalhando no local, e, ao longo do corredor da BR-304, que liga Natal a Macaíba, há vestígios da obra inacabada. Em alguns trechos, a mata começa a cobrir vigas que serão usadas na construção.

Com cerca de 18,8% da execução, o que equivale a gastos de R$ 30 milhões, a obra da Reta Tabajara tornou-se a mais cara ao longo dos anos. O orçamento atual foi ajustado para R$ 300 milhões. São R$ 63 milhões a mais do que em 2017, quando estava previsto um gasto de R$ 237 milhões, que já tinha um valor acrescido em R$ 50 milhões desde o início da construção, em 2014.  Este valor atual, abrange a execução da obra, desapropriação e gestão ambiental . 
 
A obra de duplicação da Reta Tabajara está parcialmente paralisada desde 2017 por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU). Segundo uma auditoria realizada, a obra estava com sobrepreço.
 
Nos dias atuais, está em andamento a execução de dois viadutos, um deles localizado na “estaca zero” da obra e o outro na rotatória. Também está em andamento a construção do posto da Polícia Rodoviária Federal, serviços de drenagem de prolongamento de bueiros da pista que será duplicada e colocação das vigas de todos os viadutos. Está paralisada a restauração da pista e pavimento rígido.
 
A duplicação da Reta Tabajara, na BR-304, é apontada como uma obra fundamental para diminuir o número de acidentes na rodovia ao facilitar o fluxo de 70 mil veículos que trafegam todos os dias pelo local. Nos últimos oito anos, de acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram registrados 219 acidentes na Reta que resultaram em 15 mortes, 48 pessoas gravemente feridas e 99 feridos leves. Este ano já foram registrados quatro acidentes, sendo dois graves com um óbito. 
 

A BR-304 é a estrada que liga as pontas leste e oeste do Rio Grande do Norte ao longo de 307 quilômetros, até a divisa com o Ceará. De lá, segue até Russas, cidade cearense distante 74,1km de Mossoró. A estrada percorre 10 cidades e é caminho central para estradas secundárias, levando a pelo menos outras 12 cidades. Por toda essa extensão, é considerada uma das mais importantes do Rio Grande do Norte. Ela é o caminho que liga Natal, capital do estado, a Mossoró, a segunda maior cidade estadual, e Fortaleza, capital do Ceará.

Memória 

A obra  compreende 27 km de duplicação da BR-304 e construção de nove viadutos . Antes da obra ser paralisada pelo TCU, 10 km já tinham sido duplicados, entre Macaíba e o viaduto Trampolim da Vitória, em Parnamirim. As obras foram paralisadas em 25 de abril de 2017 e retomadas parcialmente em 24 de agosto do mesmo ano.
 
Números

12,6% 
do projeto de duplicação da BR-304 foram concluídos até o momento;

R$ 30 milhões 
foram gastos com a execução de parte da obra;

Agosto
 é o mês previsto de retomada total da obra. 

Notificações e acidentes  
Dados PRF do trecho que compreende a Reta Tabajara (quilômetros 280 a 283) 

2018 
112 notificações
59 por ultrapassagem em local proibido 
33 por não usar farol de dia 

2019 (janeiro a abril) 
50 notificações
26 não usar farol de dia
12 por ultrapassagem em local proibido 

Acidentes 
2018 – 4  
50% por falta de atenção à condução 

2019 – 4 acidentes (dois  graves e um óbito) 
50% por falta de atenção

 
Fonte: Tribuna do Norte
Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Obra da BR-304, a Reta Tabajara, será retomada em agosto

download (24)

Obra que se arrasta desde 2014, a duplicação e melhorias da via  conhecida como “Reta Tabajara” será retomada em agosto. A informação foi confirmada pelo superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte do Rio Grande do Norte (Dnit-RN), general Daniel Dantas, em visita à Assembleia Legislativa. A conclusão do empreendimento vai ocorrer em dois anos, em 2021. Atualmente, é possível ver poucas pessoas trabalhando no local, e, ao longo do corredor da BR-304, que liga Natal a Macaíba, há vestígios da obra inacabada. Em alguns trechos, a mata começa a cobrir vigas que serão usadas na construção.

Com cerca de 18,8% da execução, o que equivale a gastos de R$ 30 milhões, a obra da Reta Tabajara tornou-se a mais cara ao longo dos anos. O orçamento atual foi ajustado para R$ 300 milhões. São R$ 63 milhões a mais do que em 2017, quando estava previsto um gasto de R$ 237 milhões, que já tinha um valor acrescido em R$ 50 milhões desde o início da construção, em 2014.  Este valor atual, abrange a execução da obra, desapropriação e gestão ambiental . 
 
A obra de duplicação da Reta Tabajara está parcialmente paralisada desde 2017 por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU). Segundo uma auditoria realizada, a obra estava com sobrepreço.
 
Nos dias atuais, está em andamento a execução de dois viadutos, um deles localizado na “estaca zero” da obra e o outro na rotatória. Também está em andamento a construção do posto da Polícia Rodoviária Federal, serviços de drenagem de prolongamento de bueiros da pista que será duplicada e colocação das vigas de todos os viadutos. Está paralisada a restauração da pista e pavimento rígido.
 
A duplicação da Reta Tabajara, na BR-304, é apontada como uma obra fundamental para diminuir o número de acidentes na rodovia ao facilitar o fluxo de 70 mil veículos que trafegam todos os dias pelo local. Nos últimos oito anos, de acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram registrados 219 acidentes na Reta que resultaram em 15 mortes, 48 pessoas gravemente feridas e 99 feridos leves. Este ano já foram registrados quatro acidentes, sendo dois graves com um óbito. 
 

A BR-304 é a estrada que liga as pontas leste e oeste do Rio Grande do Norte ao longo de 307 quilômetros, até a divisa com o Ceará. De lá, segue até Russas, cidade cearense distante 74,1km de Mossoró. A estrada percorre 10 cidades e é caminho central para estradas secundárias, levando a pelo menos outras 12 cidades. Por toda essa extensão, é considerada uma das mais importantes do Rio Grande do Norte. Ela é o caminho que liga Natal, capital do estado, a Mossoró, a segunda maior cidade estadual, e Fortaleza, capital do Ceará.

Memória 

A obra  compreende 27 km de duplicação da BR-304 e construção de nove viadutos . Antes da obra ser paralisada pelo TCU, 10 km já tinham sido duplicados, entre Macaíba e o viaduto Trampolim da Vitória, em Parnamirim. As obras foram paralisadas em 25 de abril de 2017 e retomadas parcialmente em 24 de agosto do mesmo ano.
 
Números

12,6% 
do projeto de duplicação da BR-304 foram concluídos até o momento;

R$ 30 milhões 
foram gastos com a execução de parte da obra;

Agosto
 é o mês previsto de retomada total da obra. 

Notificações e acidentes  
Dados PRF do trecho que compreende a Reta Tabajara (quilômetros 280 a 283) 

2018 
112 notificações
59 por ultrapassagem em local proibido 
33 por não usar farol de dia 

2019 (janeiro a abril) 
50 notificações
26 não usar farol de dia
12 por ultrapassagem em local proibido 

Acidentes 
2018 – 4  
50% por falta de atenção à condução 

2019 – 4 acidentes (dois  graves e um óbito) 
50% por falta de atenção 

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Varela retoma cirurgias após Governo garantir repasses e novo convênio

Hospital-Varela-Santiágo-12-750x500

O Governo do Estado vai fazer o repasse da quarta parcela do convênio com o Hospital Infantil Varela Santiago referente ao ano de 2018 até o próximo dia 15. A decisão foi tomada nesta segunda-feira, 1º, em reunião da governadora Fátima Bezerra com a direção do Hospital.

“Reconhecemos a importante atuação do Hospital Varela Santiago na atenção à saúde infantil no RN. Apesar das dificuldades e dos atrasos herdados da gestão anterior, o Governo do Estado vai fazer o repasse da quarta parcela do convênio referente a 2018”, afirmou a chefe do Executivo estadual.

A parcela não quitada de 2018 é no valor de R$ 575 mil. Outra medida adotada nesta segunda-feira foi a liberação de R$ 159 mil para o pagamento de quimioterapia. Também ficou acordado que o Governo do Estado vai definir as condições para o convênio referente a 2019 no valor de até R$ 1,15 milhão.

O novo convênio será discutido também com a prefeitura de Natal. Ainda ficou definido que a administração estadual dará continuidade ao processo de habilitação de novos serviços a serem prestados pelo Varela Santiago como o de cirurgias lábio palatinas, o que vai evitar o deslocamento dos pacientes e familiares a outros estados e reduzir o custo das cirurgias.

O diretor do Hospital Varela Santiago, médico Paulo Xavier, disse que os principais problemas enfrentados pela instituição foram equacionados e as 80 cirurgias que haviam sido adiadas serão remarcadas.

“Vamos imediatamente remarcar as cirurgias. Hoje atendemos crianças de todo o estado. Fazemos 90% do atendimento infantil e utilizando toda a nossa capacidade que é de 110 leitos. A reunião foi muito positiva, os serviços ficam mantidos e as cirurgias serão remarcadas”, afirmou Paulo Xavier.

Na reunião, a governadora Fátima Bezerra esteve acompanhada pelo vice-governador Antenor Roberto, pelos secretários de estado da Saúde, Cipriano Vasconcelos, do Gabinete Civil, Raimundo Alves, secretário adjunto da Saúde, Petrônio Spinelli, e a assessora especial do governo, Laíssa Costa. A Assembleia Legislativa foi representada pelos deputados Francisco Medeiros, Isolda Dantas, Eudiane Macedo, Nélter Queiroz, George Soares e Ubaldo Fernandes.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Mutirões da cidadania atendem mais de mil mulheres e crianças no RN

IMG000000000205247

Moradora do sítio Baixa do Tubarão, a agricultora familiar Maria das Graças Carvalho Amorim, 28 anos, mãe de três filhos pequenos, viajou 24 km, da zona rural ao centro, para fazer uma nova via da identidade. Ela adquiriu o documento gratuitamente graças ao mutirão do Programa Estadual de Documentação da Mulher Trabalhadora Rural, realizado quinta-feira (27) e sexta-feira (28), na sede do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (STTR), na cidade de Apodi, distante 340 km da Capital “Estou achando muito bom poder resolver isso aqui hoje, com facilidade e na nossa própria cidade, porque a situação financeira está muito difícil e toda economia faz a diferença”, disse Gracinha, como é mais conhecida.

O sorriso no rosto da agricultora e artesã Antônia Ediones de Freitas Lima, 54, demonstra o quanto os mutirões estão sendo bem recebidos pelo seu público alvo. Ela ouviu falar da ação no noticiário do rádio, na manhã de sexta, e imediatamente se arrumou para aproveitar a oportunidade. “É de graça, recebe na hora e é aqui mesmo, perto de casa. Fui muito bem recebida e só tenho a agradecer à equipe do governo. Todos têm olhado para nós, agricultores e artesãos”, declarou.

Coordenado pela Sedraf (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar), o Programa Estadual de Documentação da Mulher Trabalhadora Rural, lançado no Dia Internacional da Mulher (8 de março), pela governadora Fátima Bezerra, garante de forma gratuita o acesso das mulheres trabalhadoras rurais aos documentos civis e trabalhistas. Os atendimentos estão sendo realizados por meio de mutirões nas proximidades de moradia, no sentido de fortalecer a cidadania e contribuir para a autonomia dessas mulheres, possibilitando o acesso às políticas públicas e contribuir para igualdade entre homens e mulheres no Rio Grande do Norte.

O secretário Alexandre Lima disse que a meta do programa é realizar três mil atendimentos até o final do ano. “Nós buscamos atingir uma parcela da população que geralmente não são beneficiadas pelas políticas públicas.  Essas ações têm aproximado essas mulheres a um direito tão básico que é a documentação. Isso facilita o acesso delas tanto às redes de promoção social quanto aos programas de inclusão produtivas. E isso só se faz com identidade”, explicou.

Ele informou que já existe um cronograma estabelecido até dezembro e todos os territórios do Estado serão percorridos. Até o momento, foram realizados mutirões em Currais Novos, Caicó, Paraú e Apodi, totalizando mais de mil emissões de documentos, muitos deles sendo primeira via, principalmente para mulheres jovens e também crianças. O público prioritário de atendimento do programa são as mulheres da agricultura familiar, acampadas, assentadas da reforma agrária, pescadoras artesanais, extrativistas, quilombolas, indígenas e mulheres trabalhadoras rurais de uma forma geral. Os mutirões têm a parceria com o ITEP-RN, prefeituras municipais e Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR).

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Detran realiza exame prático de direção em 24 municípios do interior do RN

????????????????????????????????????

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) iniciou o cumprimento do cronograma de avaliações práticas monitoradas de direção veicular que acontecem durante todo o mês de julho nas cidades do interior do Estado. No total, 24 municípios distribuídos em todas as regiões do Rio Grande do Norte estarão recebendo a visita dos examinadores do Detran para avaliar os candidatos a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Os municípios que receberão as equipes de examinadores do Detran são: São José do Mipibu (01); Parelhas e Acari (02); Currais Novos (03); Lagoa Nova (04); Santa Cruz (05); Assú (08); Angicos (09); Alto dos Rodrigues (10); Macau (11); São Paulo do Potengi (12); Patu (15); Jucurutu (16); Caicó (17); Jardim do Seridó (18); Jaçanã (19); Passa e Fica (22); Nova Cruz (23); Goianinha (24); Ceará Mirim (25); Extremoz (26); Caraúbas (29); Apodi (30) e São Miguel (31).

Os examinadores analisam o conhecimento prático de volante dos alunos que já foram considerados aptos nos exames médico e psicológico, e que também já concluíram a carga horária de aulas prática e teórica ministradas pelo centro de formação de condutor de sua escolha.

O processo de exames realizado pelo Detran é contínuo e vem evitando a demanda reprimida e possibilitando que os testes sejam realizados periodicamente sem espera por parte dos usuários, como é o caso das avaliações realizadas na sede do Detran em Natal onde o usuário, muitas vezes, consegue agendar e realizar o teste prático no mesmo dia.

Para que o candidato seja aprovado no teste é necessário que ele não cometa nenhuma falta eliminatória e que a soma dos pontos negativos seja menor do que três. No caso de reprovação o candidato só poderá repetir o exame decorrido 15 dias da divulgação do resultado.

De acordo com informações coletadas no setor de Estatística do Detran, durante o primeiro trimestre deste ano foram realizados no Estado 13.453 testes práticos de direção veicular, correspondendo a uma média mensal de 4.484 avaliações. Do total de teste realizados nos três primeiros meses do ano, cerca de 85% dos candidatos foram aprovados e 15% foram considerados inaptos.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Governo garante repasses de 2018, novo convênio e Varela retoma cirurgias

IMG000000000205388

O Governo do Estado vai fazer o repasse da quarta parcela do convênio com o Hospital Infantil Varela Santiago referente ao ano de 2018 até o próximo dia 15. A decisão foi tomada nesta segunda-feira, 01, em reunião da governadora Fátima Bezerra com a direção do Hospital. “Reconhecemos a importante atuação do Hospital Varela Santiago na atenção à saúde infantil no RN. Apesar das dificuldades e dos atrasos herdados da gestão anterior, o Governo do Estado vai fazer o repasse da quarta parcela do convênio referente a 2018”, afirmou a chefe do Executivo estadual.

A parcela não quitada de 2018 é no valor de R$ 575 mil. Outra medida adotada nesta segunda-feira foi a liberação de R$ 159 mil para o pagamento de quimioterapia. Também ficou acordado que o Governo do Estado vai definir as condições para o convênio referente a 2019 no valor de até R$ 1,15 milhão. O novo convênio será discutido também com a prefeitura de Natal. Ainda ficou definido que a administração estadual dará continuidade ao processo de habilitação de novos serviços a serem prestados pelo Varela Santiago como o de cirurgias lábio palatinas, o que vai evitar o deslocamento dos pacientes e familiares a outros estados e reduzir o custo das cirurgias.

O diretor do Hospital Varela Santiago, médico Paulo Xavier, disse que os principais problemas enfrentados pela instituição foram equacionados e as 80 cirurgias que haviam sido adiadas serão remarcadas. “Vamos imediatamente remarcar as cirurgias. Hoje atendemos crianças de todo o estado. Fazemos 90% do atendimento infantil e utilizando toda a nossa capacidade que é de 110 leitos. A reunião foi muito positiva, os serviços ficam mantidos e as cirurgias serão remarcadas”, afirmou Paulo Xavier.

Na reunião, a governadora Fátima Bezerra esteve acompanhada pelo vice-governador Antenor Roberto, pelos secretários de estado da Saúde, Cipriano Vasconcelos, do Gabinete Civil, Raimundo Alves, secretário adjunto da Saúde, Petrônio Spinelli, e a assessora especial do governo, Laíssa Costa. A Assembleia Legislativa foi representada pelos deputados Francisco Medeiros, Isolda Dantas, Eudiane Macedo, Nélter Queiroz, George Soares e Ubaldo Fernandes.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Caso de militar preso com cocaína tem várias versões e explicita falha de segurança

fab

Na cúpula do governo Jair Bolsonaro, há poucas dúvidas de que a prisão de um taifeiro da Aeronáutica com 39 kg de cocaína na Espanha poderá revelar um esquema maior de tráfico de drogas.

Mesmo que seja um incidente isolado, na hipótese de o militar ter sido abordado por criminosos devido ao seu acesso a viagens com menor controle burocrático, a preocupação mais aguda é com a exposição das falhas de segurança da Presidência.

Ela foi agravada pela cacofonia de versões sobre o episódio ao longo desta quarta (26).

Folha ouviu cinco ex-integrantes de viagens internacionais de presidentes, que foram unânimes nessa crítica.

Tuíte presidencial aqui, fala do presidente interino ali, notas acolá. Nenhum relato exato sobre o que aconteceu em Sevilha está disponível.

O presidente interino, Hamilton Mourão, afirmou na manhã de quarta que o taifeiro Manoel Silva Rodrigues fazia parte de uma tripulação que ficaria na cidade espanhola para esperar Bolsonaro voltar do Japão.

Já a Aeronáutica disse à noite que eles não embarcariam no Airbus de Bolsonaro, que voltaria ao Brasil pelos EUA.

Mourão voltou atrás depois. Conforme a Folha ouviu do entorno de Bolsonaro, o presidente ficou agastado com a divulgação que seu vice fizera da versão de que o taifeiro iria embarcar no mesmo avião que ele em algum momento.

Segundo oficiais com conhecimento do voo, o Embraer-190 em que Rodrigues estava parou na Espanha para reabastecimento e levava o chamado Escav (Escalão Avançado), grupo que cuida de burocracias aeroportuárias e precede a chegada do presidente.

Também é incerto o que aconteceu em solo, desconsiderando aí as motivações da equipe que ficou em Sevilha.

A FAB não explica o que eles iriam fazer. Uma hipótese provável seria a de voar o próprio Embraer-190 na viagem de volta, para render a tripulação oriunda do Japão na travessia transatlântica.

Segundo reportagem do jornal Diário de Sevilha sobre o caso, Rodrigues foi preso ao tentar deixar o terminal com a bagagem suspeita.

Não fica claro se isso ocorreu durante inspeção alfandegária normal, o que seria normal, e se havia outras pessoas com ele na hora da ação.

Afinal, quantos dos 21 militares integrantes do voo de fato desceram da aeronave e por qual motivo?

Sobre a ação em si, não é o caso de descartar a possibilidade de ter havido uma dica dada à polícia local, dado que Sevilha é conhecido centro distribuidor de drogas da América do Sul na Europa.

Segundo um frequentador do avião presidencial oficial, o Airbus-319ACJ apelidado de Aerolula quando foi comprado pelo então mandatário petista em 2005, a revista é rígida para todas as bagagens.

Confirmam isso os ex-integrantes de comitivas. Que também contam que o controle é bem mais leniente em aviões de apoio. Ainda assim, todos os oficiais ouvidos se disseram surpresos com o caso.

As tripulações GTE (Grupo de Transporte Especial) são consideradas das mais qualificadas em toda a Força Aérea. São vagas disputadas, já que viagens ao exterior também garantem diárias em dólar.

São ao todo cerca de 120 militares, do taifeiro ao comandante, divididos em três esquadrões (o do presidente, outro do vice e ministros, e um terceiro de helicópteros).

Como Rodrigues voou 29 vezes pelo GTE, isso levanta questões óbvias sobre os controles internos de segurança de quem transporta a elite política do país, e a pressão deverá recair sobre o Gabinete de Segurança Institucional.

FOLHAPRESS

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Aviões do Forró tem dívida milionária com a Receita Federal e muita briga na justiça

download (23)

A polêmica envolvendo a Aviões do Forró e Solange Almeida acaba de ganhar mais um episódio. Segundo os jornalistas Demitri Túlio e Walber Freitas, do Jornal O Povo, o grupo tem um dívida inicial com a Receita Federal que passa dos R$ 14 milhões.

De acordo com a publicação, a cobrança do valor está inserida em um documento de contestação da empresa Aviões do Forró Gravações e Edições Musicais Ltda.

Além desta dívida, outro valor chama atenção. Segundo Isaías Duarte, principal empresário da banda, Solange deve ao grupo mais de R$ 17 milhões. O valor seria referente a uma soma dos prejuízos que a artista deixou após sair da banda.

Por outro lado, a cantora está com um processo aberto contra seus ex-sócios, entre eles, Xand Avião, com quem dividiu palco por mais de 10 anos. Na ação, Almeida pede uma indenização no valor de R$ 5 milhões.

RD1 / TERRA

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Fátima reafirma fortalecimento da Caern e meta de levar água e saneamento ao RN

IMG000000000203738

Ao proferir nesta segunda-feira, 17, a palestra magna do 30º Congresso Brasileiro de Saneamento e Engenharia Ambiental – Cbesa, a governadora Fátima Bezerra enfatizou que é de fundamental importância garantir à população o direito a água de qualidade e ao saneamento. Ela lembrou que o fornecimento de água limpa e o tratamento de esgotos têm reflexos positivos na saúde pública. “A Organização Mundial da Saúde – OMS comprova que cada R$ 1,00 investido em saneamento representa economia de mais de R$ 4,00 na saúde pública”, argumentou a governadora do Rio Grande do Norte. O congresso prossegue até o dia 19, no Centro de Convenções de Natal.

A governadora defendeu a ampliação dos investimentos pelo poder público e parcerias com o setor privado. “A agenda do RN não é a da privatização da água, mas a agenda do fortalecimento da empresa pública estadual, a Caern, que pode e deve dar lucro. Mas é importante também fazermos parcerias com o setor privado com a finalidade de levar a todo o estado água boa e em quantidade e saneamento para prevenir doenças e melhorar a saúde do nosso povo”.

Como exemplo de empresa pública eficiente e lucrativa, a governadora do RN citou a Cagepa – Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba, que hoje trabalha com eficiência e aporta ao Orçamento Geral do Estado R$ 120 milhões/ano. “Vamos intensificar o diálogo, inclusive em relação à proposta do marco legal do saneamento que tramita no Congresso, e firmar parcerias. Quanto mais diálogo, melhor”, reforçou.

O secretário nacional de saneamento ambiental, Jhônatas Assunção informou que “a nossa meta é que até 2033 consigamos atingir a universalização do saneamento básico no país”. Para isso será necessário investimentos de R$500 bilhões nos próximos anos e articulação entre estados e municípios para levar água e esgotamento sanitário a todos.

Promovido pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES), o congresso é o maior evento da área no país, reúne profissionais, estudantes e especialistas das áreas pública e privada, governo e universidades, e tem como tema “Saneamento Ambiental: como tratar igual, os desiguais”.

A presidente da Abes no RN, Geny Formiga, diretora de empreendimentos da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), disse que além das questões técnicas o evento trata de questões sociais “que impactam diretamente na qualidade de vida e do meio ambiente. Reunimos o que há de melhor no conhecimento técnico e político no setor, de forma democrática e participativa, trazendo contribuições para as políticas de saneamento”, declarou.

O presidente nacional da Abes, Roberval Tavares, registrou que “as ações e desafios no setor para os próximos anos devem ser prioridade do Estado”.

Durante o congresso também se realiza a Fitabes – Feira Internacional de Tecnologias de Saneamento Ambiental, que apresenta tecnologias de saneamento ambiental utilizado na América Latina, presença das principais empresas do setor expondo novidades em tecnologias, produtos, serviços e equipamentos, além de estandes de companhias de todo o país.

Espaço Água é aberto ao público

Esta edição do evento traz uma área inovadora e interativa aberta à visitação da população, com entrada franca. O Espaço Água está recebendo, até 19 de junho, estudantes e público geral para conhecer o mundo do saneamento e da água em atividades interativas e voltadas à educação ambiental e cidadã.

Em uma área de 3mil m², crianças e adultos poderão participar de jogos interativos, conhecer como funcionam as Estações de Tratamento de Água (ETAs) e de Tratamento de Esgoto (ETEs) e a coleta de resíduos. Uma das principais atividades do Espaço abordará todo o processo de despoluição dos rios e os impactos positivos para as cidades e suas populações.

O horário de visitação vai das 9h às 17h.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Economia para o RN com a reforma da previdência seria acima de R$ 7,4 bilhões em 10 anos e redução no deficit seria de quase 46%

download (22)

Segundo o estudo da Instituição Fiscal Independente (IFI), ligada ao Senado o ganho do Rio Grande do Norte com a aprovação da reforma da previdência com os estados incluídos seria de R$ 7,4 bilhões em 10 anos.

Responsável pelo estudo da IFI, o analista e consultor legislativo do Senado Josué Pellegrini considerou o impacto da reforma sobre o rombo previdenciário de cada estado registrado em 201, se atualizarmos esse dados para os dias atuais a situação seria ainda mais favorável para o estado.

Nesse mesmo estudo, o analista diz que com a aprovação da reforma da previdência ainda este ano, a redução do déficit previdenciário potiguar seria de 45,9%.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0
Facebook0