Consulta do Abono Salarial do PIS/Pasep pode ser feita por aplicativo

pis

O Ministério do Trabalho lançou um aplicativo para celulares para a consulta ao saque do Abono Salarial do PIS/Pasep – Ano Base 2015. Segundo levantamento da Coordenação do Abono Salarial do MTb, mais de 1,46 milhão de pessoas ainda não sacaram os recursos disponíveis, que chegam a R$ 1,018 bilhão.

O prazo para os saques, que terminaria no dia 30 de junho, foi prorrogado e vai até 28 de dezembro deste ano. O aplicativo está disponível para o sistema operacional Android, e pode ser baixado na Playstore.

A consulta individual também pode ser feita pelo link: verificasd.mtb.gov.br/abono .

O volume já retirado, contando todo o calendário de pagamento, iniciado em 2016, chega a R$ 15,99 bilhões. Foram beneficiados 24,26 milhões de trabalhadores, o equivalente a 93,98% do total previsto.

A decisão de prorrogar o prazo para a retirada do Abono Salarial de 2015 foi anunciada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), no final de junho. Pela decisão, tem direito ao dinheiro quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos; trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2015, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos; e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Governo lançará programa para aumentar renda de beneficiários do Bolsa Família

Foto: Divulgação

Para estimular o aumento da renda dos beneficiários do Bolsa Família, o governo lança amanhã (26) o programa Plano Progredir que, além de capacitação, vai disponibilizar R$ 3 bilhões por ano em linha de microcrédito. Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, a meta inicial do programa é atender, nos próximos 12 meses, entre 1 milhão e 1,5 milhão de famílias cadastradas no Bolsa Família. Atualmente, 13 milhões de famílias recebem o benefício.

“O objetivo é que essas pessoas possam progredir, ter uma vida melhor, uma renda melhor. Acho que o Bolsa Família não é objetivo de vida de ninguém. A média do Bolsa Família é de R$ 180. [O programa] é para evitar que as famílias mais pobres cheguem à miséria. Um programa para que essas pessoas possam se manter enquanto não tiverem outra opção. O que estamos buscando é dar outra opção”, disse Osmar Terra à Agência Brasil.

De acordo com o ministro, a adesão ao Progredir e o eventual aumento da renda, caso o beneficiário consiga um emprego, não acarretará na exclusão imediata do Bolsa Família. “Não vai ter exclusão automática de ninguém do programa. Vamos, inclusive, manter o Bolsa Família por dois anos para quem conseguir emprego com carteira assinada e ganhar até dois salários mínimos. Teremos uma série de regras que garantam que essas pessoas tenham o Bolsa Família enquanto precisarem, mas que elas possam almejar ter uma vida melhor”, argumentou o ministro. Além disso, as famílias que deixarem o Bolsa Família mas, posteriormente, perderem a nova fonte de renda poderão voltar a receber o benefício.

Segundo Osmar Terra, em parceria com o programa, grandes empresas disponibilizarão vagas de empregos especificamente para beneficiários do Bolsa Família e do Cadastro Único. “Os maiores empregadores do Brasil estabelecerão uma cota de emprego para o público do Bolsa Família. Estamos com um amplo programa de capacitação de mão de obra com o Pronatec [Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego], Sistema S, vários níveis de capacitação. Teremos programa de qualificação, empreendedorismo e geração de emprego”.

As informações sobre o programa serão repassadas às famílias pelo sistema de pagamentos, pelos Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e também pela internet. “As pessoas vão poder se cadastrar em um portal que vamos criar, regionalizado, em que as pessoas interessadas em emprego se cadastrem e as empresas oferecem as vagas. Isso vai ser um salto importante no que tem hoje em relação ao programa”, explicou Terra.

Fonte: Agencia Brasil

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Governo decide manter o horário de verão a partir do dia 15 de outubro

Foto: Portal Guaíra

O governo decidiu manter o horário de verão em 2017. A medida foi confirmada hoje (25) pelo ministério de Minas e Energia. Com a decisão, os moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão adiantar os relógios em 1 hora a partir do dia 15 de outubro.

Na semana passada, o final de horário de verão chegou a ser cogitado pelo governo, após estudos mostrarem perda na efetividade da medida, em razão das mudanças nos hábitos de consumo de energia. De acordo com o Operador Nacional do Sistema (ONS), a temperatura é quem determina o maior consumo de energia e não a incidência da luz durante o dia, fazendo com que, atualmente, os picos de consumo ocorram no horário entre 14h e 15h, e não mais entre 17h e 20h.

O ONS aponta que no horário de verão praticado em 2016/2017 a economia foi de R$ 159,5 milhões, valor abaixo período de 2015/2016, que foi de R$ 162 milhões.

O governo informou que, para 2018, deve fazer uma pesquisa para decidir se mantém ou não o horário diferenciado nos próximos anos.

Chuvas

A escassez de chuvas e o baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas este ano pesou na decisão do governo de manter o horário de verão este ano. Apesar de descartar o acionamento das usinas termelétricas, cujo custo está acima do preço da energia no mercado à vista, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) autorizou o aumento da importação de energia da Argentina e do Uruguai e uma campanha de estímulo à economia de energia.

Além disso, a expectativa é que, em outubro, o governo deve passar a cobrar a bandeira vermelha, possivelmente na faixa dois. Atualmente, está em vigor a tarifa amarela na cobrança da conta de luz. Essa tarifa representa um acréscimo de R$ 2 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Com a adoção da tarifa vermelha, o preço da tarifa de energia passa a ter um acréscimo vai a R$ 3 por 100 kWh. No caso do patamar dois, esse valor seria maior: R$ 3,50 a cada 100 kWh consumidos.

Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Preço do gás de cozinha sobe mais uma vez este mês no RN

Fonte: Agência Brasil

O preço do botijão de 13kg de gás e cozinha terá o segundo aumento em menos de um mês, desta vez de 6,9%, de acordo com o que anunciou a Petrobras nesta segunda-feira (25). No Rio Grande do Norte, o Sindicato dos Revendedores de Gás (Singás) afirma que o valor deve ficar entre R$ 60 e R$ 68. O reajuste passa a valer a partir desta terça-feira (26).

De acordo com o presidente do Singás, Francisco Correia, o aumentou pegou os revendedores de surpresa. “Não tem justificativa. Não aumentou o custo do petróleo, dos derivados, não teve data-base do pessoal. O que está acontecendo é aumento da margem de lucro da Petrobras com o nosso dinheiro”, critica o sindicalista.

No dia 6 de setembro passado, o preço do botijão foi reajustado em 12,2%, citando os impactos da tempestade Harvey na principal região exportadora do produto, além de uma situação da baixa oferta. “Somando aí já são quase 20% de reajuste no mês”, acrescenta Correia.

Nos últimos dois meses, reajustes de 6,5% e 6,7% já tinham sido realizados e, ainda segundo Francisco Correira, a expectativa é de que haja mais um aumento no próximo dia 5 de outubro.

A decisão desta segunda-feira aplica-se exclusivamente ao gás liquefeito de petróleo de consumo residencial em botijões de 13 kg, e o ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos.

Fonte: Agência Brasil

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Novo sítio arqueológico é encontrado em Carnaúba dos Dantas

Foto:  http://livrevozdopovo.blogspot.com.br

Uma expedição realizada nesta segunda-feira, dia 25 de setembro, rumo ao Cardão-Casa Santa possibilitou a descoberta de mais um sítio arqueológico. Na ocasião foram feitos registros de fotos e identificação. A descoberta ainda não é oficial e necessita agora, que seja registrado oficialmente por arqueólogos.

A descoberta só foi possível graças ao conhecimentos de curiosos/estudiosos que utilizaram veículos com tração nas quatro rodas (4×4), após uma caminhada em torno de 6 km, em subidas e descidas de serras.

O estado do Rio Grande do Norte já desponta no setor turístico do Brasil como uma região com vários sítios arqueológicos.

Fonte: http://livrevozdopovo.blogspot.com.br

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Sidys Tv a Cabo registra lançamento deste espaço

Logotipo-Denise-Santos2
Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Governador da PB anuncia concurso para educação com 1 mil vagas para professor

635528

Um concurso com 1 mil vagas para professores de 12 disciplinas do ensino médio na rede estadual de educação foi anunciado nesta segunda-feira (25) pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB).

O anúncio foi feito pelo perfil pessoal do governador do Instagram, que informou que o edital do concurso vai ser publicado no dia 5 de outubro.

As vagas vão ser distribuídas nas 14 Gerências Regionais de Educação e as provas vão ser realizadas nos municípios sede de cada uma. O maior número de vagas é destinado a professores de português e matemática, com 200 para cada disciplina. Veja abaixo o quadro de vagas anunciadas pelo governador por disciplina.

De acordo com o Secretário de Educação do estado, Aléssio Trindade, os profissionais aprovados devem ser convocados já para o início do ano letivo de 2018 e vão ter contratos de 30 horas. A remuneração básica, segundo ele, deve ser de R$ 2.890 para professores com graduação. Segundo Ricardo Coutinho, os concursos realizados na sua gestão já contrataram 3.390 professores.

  • Língua Portuguesa – 200
  • Matemática – 200
  • Geografia – 100
  • História – 100
  • Biologia – 100
  • Química – 100
  • Física – 60
  • Língua Inglesa – 40
  • Educação física – 40
  • Sociologia – 20
  • Filosofia – 20
  • Artes – 20

Fonte: G1

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Currais Novos a beira de um colapso hídrico

Foto: Blog de Currais Novos

A problemática da escassez de água no município de Currais Novos precisa ser tratada com a urgência que merece. De acordo com informações do gerente do escritório local da Caern, Adelson Santos, já não há nenhuma garantia por parte do órgão em relação a próxima rodada de abastecimento dágua na cidade. “Hoje estamos liberando água para o Setor 3, mas não podemos garantir que, depois de abastecer o Setor 4 ainda teremos água para mais uma rodada”, revelou preocupado.

A classe empresarial começa a se mobilizar e já está sendo cogitada a possibilidade de uma retomada nas ações do Comitê SOS Adutora. De acordo com a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Currais Novos, Loura Galvão, em reunião que se realizará hoje, esse assunto será colocado em pauta para todos os associados. “Já esperamos demais. É hora de arregaçar as mangas e buscar soluções. Não podemos mais ficar aguardando que essa adutora funcione. Precisamos de ações emergenciais, para que a cidade não pare!”, convocou.

Há aproximadamente dois anos a cidade vivenciou uma de suas maiores crises hídricas de sua história. A Caern parou de distribuir água ao município, que precisou  ser abastecimento através de carros-pipa. Uma ação da então presidente da Câmara dos vereadores, Zefinha Moura, que devolveu algo em torno de R$ 50 mil, para a prefeitura, permitiu a compra de chafarizes, que foram instalados em vários bairros da cidade. “Essa foi uma ação emergencial, mas que teve uma importância grandiosa para todos os nossos cidadãos. Esses recursos foram economizados do poder legislativo e serviram para amenizar o sofrimento da população mais carente que não tinha outro meio de acesso a água”, relembrou a vereadora.

Ações simples, mas eficazes precisam ser buscadas para que de novo esse caos não venha tomar conta da nossa cidade e do nosso povo.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Sessão Solene na Assembleia reforça luta pela inclusão às pessoas com deficiência

Foto: Assessoria de Imprensa

A Assembleia Legislativa promoveu nesta segunda-feira (25) sessão solene em alusão ao “Setembro Verde”, mês dedicado à luta pela inclusão da pessoa com deficiência. A solenidade, proposta pela deputada Márcia Maia (PSDB), homenageou seis potiguares com destacada atuação e representatividade da categoria no Rio Grande do Norte. Na oportunidade, a parlamentar reforçou a necessidade de políticas públicas de inclusão social.

“Erradicar a pobreza, a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais, é o que diz a Constituição Federal. Infelizmente, isso não é, nem de longe, uma premissa que podemos considerar realidade no país. O próprio RN é, proporcionalmente, um dos estados com o maior número de pessoas com deficiência por número de habitantes. Isso, por si só, é uma razão para que o Poder Público seja um agente da promoção de igualdade social”, disse Márcia Maia.

Em discurso, a deputada lembrou ações de seu mandato em favor da categoria, como o projeto de adequação da acessibilidade na sede da Assembleia Legislativa e a aprovação do Passe Livre Estadual para a Pessoa com Deficiência, “uma luta que abracei muitos anos atrás e que teve vitória neste plenário. Enquanto parlamentar, tenho tentado fazer do nosso mandato nesta Casa, uma caixa de ressonância das necessidades, da voz do cidadão”, falou ela.

A deputada é autora também do projeto de lei que exige que seja comprovado pelas empresas o cumprimento de artigo da lei que obriga a contratação de pessoas com deficiência para que elas possam ser habilitadas nos processos de licitação estadual. É da parlamentar também a iniciativa que determina que nos espaços públicos do Governo do Estado dedicados ao lazer, sejam instalados brinquedos e equipamentos especiais, e que sejam adaptados para Pessoas com Deficiência.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Aldeia Sesc realiza programação cultural gratuita em Caicó

Foto: Cedida

Uma programação cultural diversificada e gratuita vai invadir Caicó entre 2 de outubro e 3 de novembro. A nona Aldeia Sesc promoverá apresentações teatrais e de dança, oficinas culturais, sessões de cinema, shows musicais e muito mais. As atividades, que representam uma iniciativa do Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), acontecerão no Sesc Caicó e em diversos pontos da cidade.

A programação começa com artes visuais: dia 2 de outubro, começam as exposições Seridó Contemporâneo, do coletivo Casa de Pedra, e Olhar mais atento, do coletivo Urban Sketchers Natal. Serão realizadas ainda diversas capacitações na área de cultura, como oficinas de técnicas circenses – como malabares e tecido –, de artes cênicas com o grupo Clowns de Shakespeare e de brinquedos óticos.

Mas a abertura oficial da nona Aldeia Sesc Seridó será dia 6 de outubro com um grande cortejo cultural. O percurso sairá da Rua Getúlio Vargas rumo ao Sesc Caicó, cuja concha acústica receberá a Filarmônica Recreio Caicoense, seguida de show com Dodora Cardoso e Isaque Galvão.

Outros destaques serão o teatro e a música. Nas artes cênicas, serão cinco peças apresentadas, como Abrazo, do grupo Clowns de Shakespeare (RN), e Na esquina, do coletivo Na esquina (MG). Entre os shows musicais, estarão a apresentação do Sonora Brasil Sesc, que trará o Coco de Tebei (PE) para dançar e cantar junto com os grupos potiguares Coco de Zambê e a comunidade quilombola Negros do Rosário; o novo show da cantora e compositora Khrystal, Romaria, com sucessos de Elis Regina; e o lançamento do DVD de Solange Silva, ex-Cavalo de Pau.

A programação completa está disponível no site do Sesc RN, o www.sescrn.com.br.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0
Facebook0