Governador da PB anuncia concurso para educação com 1 mil vagas para professor

635528

Um concurso com 1 mil vagas para professores de 12 disciplinas do ensino médio na rede estadual de educação foi anunciado nesta segunda-feira (25) pelo governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB).

O anúncio foi feito pelo perfil pessoal do governador do Instagram, que informou que o edital do concurso vai ser publicado no dia 5 de outubro.

As vagas vão ser distribuídas nas 14 Gerências Regionais de Educação e as provas vão ser realizadas nos municípios sede de cada uma. O maior número de vagas é destinado a professores de português e matemática, com 200 para cada disciplina. Veja abaixo o quadro de vagas anunciadas pelo governador por disciplina.

De acordo com o Secretário de Educação do estado, Aléssio Trindade, os profissionais aprovados devem ser convocados já para o início do ano letivo de 2018 e vão ter contratos de 30 horas. A remuneração básica, segundo ele, deve ser de R$ 2.890 para professores com graduação. Segundo Ricardo Coutinho, os concursos realizados na sua gestão já contrataram 3.390 professores.

  • Língua Portuguesa – 200
  • Matemática – 200
  • Geografia – 100
  • História – 100
  • Biologia – 100
  • Química – 100
  • Física – 60
  • Língua Inglesa – 40
  • Educação física – 40
  • Sociologia – 20
  • Filosofia – 20
  • Artes – 20

Fonte: G1

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Currais Novos a beira de um colapso hídrico

Foto: Blog de Currais Novos

A problemática da escassez de água no município de Currais Novos precisa ser tratada com a urgência que merece. De acordo com informações do gerente do escritório local da Caern, Adelson Santos, já não há nenhuma garantia por parte do órgão em relação a próxima rodada de abastecimento dágua na cidade. “Hoje estamos liberando água para o Setor 3, mas não podemos garantir que, depois de abastecer o Setor 4 ainda teremos água para mais uma rodada”, revelou preocupado.

A classe empresarial começa a se mobilizar e já está sendo cogitada a possibilidade de uma retomada nas ações do Comitê SOS Adutora. De acordo com a presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Currais Novos, Loura Galvão, em reunião que se realizará hoje, esse assunto será colocado em pauta para todos os associados. “Já esperamos demais. É hora de arregaçar as mangas e buscar soluções. Não podemos mais ficar aguardando que essa adutora funcione. Precisamos de ações emergenciais, para que a cidade não pare!”, convocou.

Há aproximadamente dois anos a cidade vivenciou uma de suas maiores crises hídricas de sua história. A Caern parou de distribuir água ao município, que precisou  ser abastecimento através de carros-pipa. Uma ação da então presidente da Câmara dos vereadores, Zefinha Moura, que devolveu algo em torno de R$ 50 mil, para a prefeitura, permitiu a compra de chafarizes, que foram instalados em vários bairros da cidade. “Essa foi uma ação emergencial, mas que teve uma importância grandiosa para todos os nossos cidadãos. Esses recursos foram economizados do poder legislativo e serviram para amenizar o sofrimento da população mais carente que não tinha outro meio de acesso a água”, relembrou a vereadora.

Ações simples, mas eficazes precisam ser buscadas para que de novo esse caos não venha tomar conta da nossa cidade e do nosso povo.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Sessão Solene na Assembleia reforça luta pela inclusão às pessoas com deficiência

Foto: Assessoria de Imprensa

A Assembleia Legislativa promoveu nesta segunda-feira (25) sessão solene em alusão ao “Setembro Verde”, mês dedicado à luta pela inclusão da pessoa com deficiência. A solenidade, proposta pela deputada Márcia Maia (PSDB), homenageou seis potiguares com destacada atuação e representatividade da categoria no Rio Grande do Norte. Na oportunidade, a parlamentar reforçou a necessidade de políticas públicas de inclusão social.

“Erradicar a pobreza, a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais, é o que diz a Constituição Federal. Infelizmente, isso não é, nem de longe, uma premissa que podemos considerar realidade no país. O próprio RN é, proporcionalmente, um dos estados com o maior número de pessoas com deficiência por número de habitantes. Isso, por si só, é uma razão para que o Poder Público seja um agente da promoção de igualdade social”, disse Márcia Maia.

Em discurso, a deputada lembrou ações de seu mandato em favor da categoria, como o projeto de adequação da acessibilidade na sede da Assembleia Legislativa e a aprovação do Passe Livre Estadual para a Pessoa com Deficiência, “uma luta que abracei muitos anos atrás e que teve vitória neste plenário. Enquanto parlamentar, tenho tentado fazer do nosso mandato nesta Casa, uma caixa de ressonância das necessidades, da voz do cidadão”, falou ela.

A deputada é autora também do projeto de lei que exige que seja comprovado pelas empresas o cumprimento de artigo da lei que obriga a contratação de pessoas com deficiência para que elas possam ser habilitadas nos processos de licitação estadual. É da parlamentar também a iniciativa que determina que nos espaços públicos do Governo do Estado dedicados ao lazer, sejam instalados brinquedos e equipamentos especiais, e que sejam adaptados para Pessoas com Deficiência.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Aldeia Sesc realiza programação cultural gratuita em Caicó

Foto: Cedida

Uma programação cultural diversificada e gratuita vai invadir Caicó entre 2 de outubro e 3 de novembro. A nona Aldeia Sesc promoverá apresentações teatrais e de dança, oficinas culturais, sessões de cinema, shows musicais e muito mais. As atividades, que representam uma iniciativa do Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), acontecerão no Sesc Caicó e em diversos pontos da cidade.

A programação começa com artes visuais: dia 2 de outubro, começam as exposições Seridó Contemporâneo, do coletivo Casa de Pedra, e Olhar mais atento, do coletivo Urban Sketchers Natal. Serão realizadas ainda diversas capacitações na área de cultura, como oficinas de técnicas circenses – como malabares e tecido –, de artes cênicas com o grupo Clowns de Shakespeare e de brinquedos óticos.

Mas a abertura oficial da nona Aldeia Sesc Seridó será dia 6 de outubro com um grande cortejo cultural. O percurso sairá da Rua Getúlio Vargas rumo ao Sesc Caicó, cuja concha acústica receberá a Filarmônica Recreio Caicoense, seguida de show com Dodora Cardoso e Isaque Galvão.

Outros destaques serão o teatro e a música. Nas artes cênicas, serão cinco peças apresentadas, como Abrazo, do grupo Clowns de Shakespeare (RN), e Na esquina, do coletivo Na esquina (MG). Entre os shows musicais, estarão a apresentação do Sonora Brasil Sesc, que trará o Coco de Tebei (PE) para dançar e cantar junto com os grupos potiguares Coco de Zambê e a comunidade quilombola Negros do Rosário; o novo show da cantora e compositora Khrystal, Romaria, com sucessos de Elis Regina; e o lançamento do DVD de Solange Silva, ex-Cavalo de Pau.

A programação completa está disponível no site do Sesc RN, o www.sescrn.com.br.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Conselho Nacional de Assistência Social emite nota de repúdio sobre cortes no orçamento da Assistência Social

suas

O Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS manifestou a sua indignação, através de uma nota, sobre a proposta orçamentária com corte das despesas dos serviços, programas, projetos das Assistência Social, no valor de R$ 3.109.445,448,00, representando o percentual de corte de 98% e, das despesas dos benefícios destinados as pessoas idosas e com deficiência no valor de R$ 3.851.527.531,00, com percentual de 6,5%..

Na nota o Concelho convoca todos os gestores públicos, de todas as esferas, a unirem forças em defesa do Sistema Único de Assistência Social – SUAS e em defesa da seguridade social pública.

Segue a nota:

NOTA DE REPÚDIO DO CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – CNAS RELATIVO AOS CORTES DA PROPOSTA ORÇAMENTÁRIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL 2018

O Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS manifesta sua indignação com o desrespeito à Política Nacional de Assistência Social, e ao previsto na Lei Orgânica de Assistência Social, a Resolução CNAS nº 33 de 12 de dezembro de 2012 – NOB SUAS 2012 e também desconsideração da Resolução CNAS nº12, de 19 de julho de 2017 que aprovou a Proposta Orçamentária para 2018.

O Ministério do Planejamento, revelando descaso com toda a população Brasileira, apresentou ao Legislativo a Proposta Orçamentária em questão com um corte das despesas dos serviços, programas, projetos das Assistência Social, no valor de R$ 3.109.445.448,00, representando o percentual de corte de 98,05% e, das despesas dos benefícios destinados as pessoas idosas e com deficiência no valor de R$ 3.851.527.531,00 com percentual de corte de 6,52%.

Para o CNAS, todos os recursos da Assistência Social são obrigatórios1 , exatamente porque são essenciais para materializar direitos sociais constitucionais. O tema é especialmente relevante neste ano conferencial: 99% dos municípios realizaram suas conferências municipais e deliberaram sobre a Garantia de Direitos no Fortalecimento do SUAS. A Assistência Social representa cerca de 13,9 milhões de famílias beneficiadas do Programa Bolsa Família, quase 14 mil entidades de Assistência Social no Brasil, 5.570 municípios que ofertam serviços diretamente e mais de 600 mil trabalhadores no Sistema Único de Assistência Social – SUAS e não podemos aceitar a escolha do Governo Federal que tem por opção a retirada de Direitos Sociais e que toda esta parcela da população Brasileira seja totalmente desconsiderada no panorama Nacional com as necessidades básicas avaliadas como descartáveis e que fiquem a mercê dos interesses econômicos de poucos.

Exigimos que nossos direitos sejam preservados, somos uma parcela significativa desta Sociedade. São mais de 3 bilhões retirados dos Serviços que atendem diretamente a população. Cabe evidenciar o impacto da ausência desses recursos para sociedade brasileira, nos serviços de acolhimento ofertados nos municípios brasileiros que deixarão de receber recursos em equipamentos estatais e da sociedade civil, para oferta de abrigos cerca de 30 mil crianças e adolescentes, 36 mil idosos, 20 mil adultos e famílias que se encontram em situação de rua ou desabrigo por abandono.

O impacto na proteção básica da política de assistência social atingirá 2 milhões pessoas na quase totalidade dos Municípios que deixarão de desenvolver a manutenção e fortalecimento de vínculos familiares, evitando rupturas que levariam a maior atuação do Estado futuramente. No Cadastro Único, instrumento utilizado por mais de 20 programas sociais federais para a seleção de beneficiários, a ausência de recursos dificultará a inclusão e a atualização de informações sobre as famílias de baixa renda, prejudicando o acesso aos programas sociais;

No caso do Programa Bolsa Família, a ausência de recursos implicará na falta de acompanhamento de aproximadamente 170 mil famílias que possuem crianças com irregularidades na frequência escolar e carteira de vacinação, restringindo a possibilidade de alteração das condições de pobreza vivenciadas por essas crianças e adolescentes. A última Conferência Nacional de Assistência Social deliberou o II Plano Decenal da Assistência Social – 2016/2026, que circunscreveu a Assistência Social às estratégias de enfrentamento da pobreza, ampliação da seguridade social, universalização do SUAS e a integralidade das proteções sociais.

Entendemos e, por isso, repudiamos que os cortes na Assistência Social integram as opções do governo federal para redução no investimento público necessário para defesa, fortalecimento e ampliação da proteção social brasileira, na contramão das demandas sociais e da necessidade de ampliação de serviços previstos no II Plano Decenal. O CNAS, como órgão colegiado, instância máxima de defesa dos direitos socioassistenciais, atuará junto a todas as instâncias do Poder Executivo, legislativo, Judiciário e Ministério Público, tendo em vista o descumprimento das normativas e legislações do SUAS para a garantia de direitos.

Por isso, convocamos vocês gestores públicos de todas as esferas, os Trabalhadores, os Usuários, as Entidades de Assistência Social, os Parlamentares, os Fóruns de Assistência Social, FONSEAS e CONGEMAS, os Conselhos Estaduais e Municipais de Assistência Social e outras representações, a unirem forças em defesa do Sistema Único de Assistência Social – SUAS e em defesa da seguridade social pública.

Não há futuro para a Política Pública de Assistência Social sem Seguridade Social Pública.

NENHUM DIREITO A MENOS! #RESPEITEOSUAS! Brasília/DF 20 de setembro de 2017. CONSELHO NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Ídolo de ABC e América-RN, Dedé de Dora morre em Natal

dede_de_dora_posado_1

Morreu na madrugada desta segunda-feira, em Natal, o ex-jogador Dedé de Dora, ídolo de ABC e América-RN. Ele tinha 56 anos e estava internado há vários dias em um hospital da capital potiguar e lutava contra um câncer no pulmão.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Com a sua canhota potente e seus passes quase sempre certeiros, ele foi campeão potiguar por ABC e América-RN nas décadas de 80 e 90. Mas foi no Alvinegro que o meia-atacante realizou o seu sonho de garoto. Revelado nos torneios de bairros de Currais Novos, onde nasceu como José Gomes de Medeiros, o filho da Dona Doralice – daí o apelido – estreou como profissional no Potyguar para depois brilhar no ABC.

(Foto: Arquivo pessoal/Cedida
Foto: Arquivo pessoal/Cedida

Também teve passagem curta e marcante pelo Cruzeiro, além de levantar quatro taças pelo Mecão poucos anos depois. Uma torção no joelho direito chegou a interromper sua carreira nos gramados por mais de um ano e, no fim, foi um dos motivos que o levou a pendurar as chuteiras atuando pelo seu time do coração, em 1994.

Foram cerca de 80 gols na carreira. Bicampeão potiguar com o ABC em 1983 e 1984, o craque, então com 24 anos, foi emprestado para o Cruzeiro. Ficou apenas seis meses na Raposa – disputou 14 jogos e marcou seis gols, sendo cinco pelo Brasileirão. Após a eliminação da equipe no Brasileiro, Dedé retornou ao ABC em agosto do mesmo ano devido a um impasse na negociação entre os dois clubes. O Alvinegro pedia 120 milhões de cruzeiros (moeda da época), mas a Raposa ofereceu menos da metade da quantia estipulada e, por esse motivo, Dedé voltou para Natal, onde um ano mais tarde seria contratado pelo rival América-RN, e conquistaria mais títulos.

Foto: Arquivo/Ribamar Cavalcante
Foto: Arquivo/Ribamar Cavalcante

Fonte: www.globoesporte.globo.com/rn

 

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Morre Luiz Bezerra da Silva, ex-vereador de Lagoa Nova

arimateia

Faleceu na madrugada de hoje o ex-vereador de Lagoa Nova,  Luiz Bezerra da Silva, 93 anos, no Hospital São Lucas em Natal, onde se recuperava de um Acidente Vascular Cerebral, havia dois meses.

Luiz Bezerra da Silva era agricultor e ex-vereador de Lagoa Nova, sua terra natal, onde residia. Deixa viúva Angelita Félix Bezerra, com quem teve 10 filhos, 29 netos e 14 bisnetos. Luiz Bezerra era pai do médico José Arimatéia Bezerra.

O velório e o sepultamento acontecerão no município de Lagoa Nova.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Semana do Idoso será comemorada com programação especial

semana do idoso

A semana do Idoso acontece de 25 a 29 de setembro e será comemorada em Currais Novos com uma vasta programação. A abertura acontece hoje (25/09) com uma palestra que abordará o tema: Envelhecer. O palestrante será o sargento Rodrigo Medeiros. Haverá ainda apresentação cultural com a artista Paula Érica (Casarão de Poesia)

A programação segue com: Ações de Beleza, ações de saúde e ações culturais (Encontro com SCFV da cidade de Santa Cruz; Forró, Bingo e Jantar.

Todas as ações acontecem a partir das 14h, no Centro de Convivência de Idosos, no bairro JK

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Testes indicam que vacina contra zika pode prevenir a transmissão na gravidez

eksdcoy9e3485xco1rduxpd7u-652x330

A vacina contra zika desenvolvida pelo Instituto Evandro Chagas (IEC) apresentou resultado positivo nos testes em camundongos e macacos. A aplicação de uma única dose da vacina preveniu a transmissão da doença nos animais e, durante a gestação, o contágio dos filhotes.

“É um dos mais avançados estudos para a oferta de uma futura vacina contra a doença para proteger mulheres e crianças da microcefalia e outras alterações neurológicas causadas pelo vírus”, informou o Ministério da Saúde.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 22, pela revista Nature Communications, segundo a pasta.

Os testes pré-clínicos foram realizados simultaneamente no Instituto Nacional de Saúde (NIH), Universidade do Texas e Universidade Washington, dos Estados Unidos, todos parceiros da pesquisa.

Os testes obtiveram sucesso em seu objetivo, que é impedir que o vírus zika cause microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central tanto nos camundongos quanto nos macacos. Já os testes em humanos devem ser realizados, a partir de 2019, na Fiocruz/Biomanginhos, no Rio de Janeiro.

Do grupo controle que não tomou a vacina, as fêmeas de camundongos tiveram aborto por conta da transmissão do vírus zika ou seus filhotes nasceram com microcefalia e outras alterações neurológicas.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0

Operação Marco Zero prende envolvidos em roubos à bancos

Foto: Assecom

A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) deflagrou na última, sexta-feira (22), a Operação “Marco Zero”, resultando na prisão de nove pessoas integrantes de uma organização criminosa especializada em roubo a bancos, além da apreensão de armamento e drogas.

Segundo investigações, o grupo atuava de forma integrada e planejada, utilizando material explosivo, forte armamento, e veículos clonados, atuando nos estados do Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraíba. Durante o cumprimento dos mandados de prisão, a polícia apreendeu na residência de Valdênio, uma pistola, crack, maconha, além de um veículo clonado, e na casa de Manuel Messias, um fuzil, dinheiro, celulares, e uma identidade falsa. Durante confronto com policiais, Manuel foi atingido e ferido, sendo encaminhado ao hospital.

Foram presos na Operação “Marco Zero”: Ana Célia Rocha dos Santos, 34 anos; André Marques de Albuquerque, vulgo “André Cabeça”, 36 anos; Arthur Kennedy Martins, 35 anos; John Breno Rosendro da Silva; Manuel Messias de Araújo, vulgo “Vaca”; Paulo Alan Neves Souza dos Santos, 22 anos; Suenio Mafra Bassani Vale, 33 anos; Waldenio de Lima, 35 anos; e Wanderval Targino da Silva, 45 anos. No total, foram sete roubos ocorridos desde o mês de abril deste ano até este mês de setembro, sendo o primeiro roubo da organização ocorrido no dia 05 de abril, na cidade de João Câmara (RN); o segundo foi realizado no dia 04 de maio em Sítio Novo (RN); o terceiro roubo ocorreu no dia 01 de junho em São Miguel (RN); o quarto roubo foi cometido no dia 09 de junho na cidade de Goianinha (RN); uma tentativa de roubo teria sido cometida no dia 30 de junho em Canguaretama (RN); o quinto roubo foi praticado no dia 03 de julho no município de Novo Lino (AL); o sexto roubo foi realizado no dia 29 de julho no município de Belém (PB); e o sétimo e último roubo teria ocorrido no dia 19 de setembro no município de Campina Grande (PB).

Em coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (22), na Academia de Polícia Civil (Acadepol), o delegado da Deicor, Marcuse Cabral, detalhou que a quadrilha foi monitorada durante todos os seis meses de investigações, as quais revelaram que haviam ramificações desse grupo em outros estados, entre esses a Paraíba e Alagoas, locais onde também ocorreram roubos.

O delegado geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, Correia Júnior, destaca o intenso trabalho realizado pela Deicor no último trimestre, o qual resultou em uma diminuição considerável na ocorrência de roubos a instituições bancárias no estado. “Houve uma diminuição em relação a esse último trimestre, através das investigações feitas pela Deicor, que hoje, deflagrou essa operação tão importante para o nosso estado. Nós, da Polícia Civil, estávamos bastante preocupados com a ocorrência desse tipo de crime no estado, pois a população também é vitimizada ao ficar impossibilitada de realizar as suas transações bancárias. Esperamos que os responsáveis por esses crimes que foram presos nos últimos meses, sejam condenados e fiquem atrás das grades”, afirma o delegado geral da Polícia Civil, Correia Júnior.

Segundo o delegado da Deicor, Odilon Teodósio, as investigações prosseguirão a fim de identificar e prender os demais integrantes de quadrilhas que cometeram roubo à instituições bancárias. “Durante as nossas investigações, colhemos diversas provas que serão também emprestadas à Polícia Federal. Além dessa associação criminosa, existem outras células que participaram desse tipo de ocorrência que estão sendo investigadas, sendo geralmente interligadas. Existem outros mandados de prisão que vamos cumprir, isso é só uma questão de tempo para que a Deicor prenda todos os integrantes de roubo a bancos”, reafirma o delegado da Deicor, Odilon Teodósio.

Compartilhe esta notícia com seus amigos:
Facebook0
Facebook0